A origem do futebol


Sempre quando se fala na origem do futebol, é quase que obrigatório contextualizar seus esportes predecessores. Essa ancestralidade do esporte tem início na dinastia Huang-Ti, na China, há 3.000 mil anos a.C. chamado de  tsu-chu, e passa por outros similares chineses, gregos ( como o Epyskiros), pelo império Maia, pela França (Soule), pela Itália (com o tradicional Calcio Fiorentino, que deu origem ao termo Calcio, para o futebol na Itália) e pela Inglaterra, com o Football, que nasceu nas ruas, se tornando um distúrbio social, tendo que ser controlado pelas autoridades. Popular desde suas remotas origens, o esporte foi tomando forma aos poucos na segunda metade do século XIX, pelas mãos de intelectuais das inúmeras universidades locais. Porém, as regras do esporte variavam de lugar para lugar. Aos poucos, os regulamentos foram sendo unificados. As duas principais variações do jogo seguiam as Regras de Cambridge e as Regras de Sheffield.

Cambridge praticava o futebol desde meados de 1579. Mas foi em 1848 que o esporte deu um novo passo. Os estudantes Herry de Winton e John Charles Thring reuniram representantes de outras escolas para a definição de um único conjunto de regras (que além de ter influenciado o futebol, contribuiu para a constituição das regras do futebol australiano). Após oito horas de conversa, eles chegaram a um consenso. E a influência nas Regras do Jogo, criados em 1863, são claríssimas, como a inclusão de tiros de meta, laterais, e passes para frente, até então proibidos. As mãos ainda tinham permissão para serem usadas durante o jogo. Não existe nenhuma cópia do texto original, mas há na biblioteca de Shrewsbury, uma edição revisada datada de 1856. Em 1862, Thring lançou um novo conjunto de regras, mais simplificado. As primeiras partidas sob estas regras foram disputadas no Parker's Piece, uma grande área gramada próximo ao centro de Cambridge.

Além do código de Cambridge, os precursores do futebol se inspiraram também no conjunto de regras de Sheffield. A partir de 1855, membros do Sheffield Cricket Club passaram a praticar jogos de bola sem regras fixas. Dois anos depois, no dia 24 de outubro, Nathaniel Creswick e William Prest fundaram o Sheffield Football Club, reconhecidamente o clube mais antigo do mundo. Junto da instituição, foram criadas regras próprias que também deixaram seu legado ao futebol atual. Os travessões que unem as duas traves, os escanteios, as faltas e os primeiros sistemas de desempate (que incluíam prorrogações e gols de ouro) foram algumas das regras posteriormente perpetuadas. No primeiro torneio da história do esporte, a Copa Tommy Youdan, foi utilizada estas regras. A segunda competição mais antiga do mundo, a Copa Oliver Cromwell, foi decidida num gol de ouro em favor do The Wednesday, após empate sem gols diante do Garrick.

A Football Association

Ebenezer Cobb Morley pode ser considerado um dos pais do futebol "moderno". Em 1862, ele já havia fundado o Barnes FC, e no ano seguinte, foi um dos responsáveis por fundar a Football Association e unificar as regras de Cambridge e Sheffield. Morley era um advogado e liderou a reunião na Freemasons' Tavern. Numa segunda-feira à noite, em 26 de outubro de 1863, capitães, secretários e representantes de doze clubes de Londres se reuniram "com a finalidade de formar uma associação com o objetivo de estabelecer um código definido de regras para a regulação do jogo". Os clubes representados foram: Barnes, War Office (atual Civil Service FC, e único clube-fundador ainda existente), Crusaders, Forest (Leytonstone), No Names (Kilburn), Crystal Palace (sem nenhuma relação com a atual equipe), Blackheath (posteriormente dissidente, e que contribuiu com a criação do Rugby), Kensington School, Perceval House (Blackheath), Surbiton, Blackheath Proprietory School and Charterhouse. Durante os meses seguintes, foram feitas outras reuniões que formataram a fundação da Football Association, entidade que regula o futebol na Inglaterra, e o conjunto de regras a ser usado. O primeiro presidente da FA foi Arthur Pembe e Ebenezer Morley assumiu como secretário. Anos depois, em 1878, se deu a unificação definitiva das regras, e posteriormente, foi criada a International Football Association Board, que passou a ser a entidade que rege as regras do futebol até hoje.

O primeiro clube

Antes mesmo da definição das regras, como dissemos, nasceu o primeiro clube para a prática do futebol: o Sheffield Football Club, fundado em 24 de outubro de 1857 por Nathaniel Creswick e William Prest. Há certa controvérsia nisso, afinal, junto da criação das regras de Cambridge, foi fundado o Cambridge University Association Football Club, mas é o Sheffield que é reconhecidamente o clube mais antigo de todos. É ao lado do todo poderoso Real Madrid o único clube a receber a Ordem de Mérito da FIFA.

A sala de troféus do Sheffield é modesta. Mas o que não falta ao pequeno clube é história. O Sheffield também é o time que possui a rivalidade mais antiga da história, com o Hallam Football Club. A primeira partida entre os dois aconteceu em 1860, no Sandygate Road, e o Sheffield conquistou a vitória por 2 a 0.  Em compensação, o Hallam deu o troco vencendo a primeira competição.

O primeiro torneio


A competição mais antiga de todas foi a Youdan Cup. Disputada por 12 clubes, foi patrocinada pelo dono de teatro Thomas Youdan, que também cedeu o troféu. Foram três fases de mata-mata e posteriormente um triangular final. O vencedor foi o Hallam FC, que venceu o Norfolk no jogo final por 2 a 1, no Bramall Lane, estádio do rival Sheffield.

A primeira FA Cup

A Copa da Inglaterra foi criada por Charles W. Alcock, que por ter criado a FA Cup, é considerado o pai do mata-mata. A primeira edição da competição foi na temporada 1871-72 e foi vencida pelo Wanderers FC, que bateu o Royal Engineers por 1 a 0, tento marcado por Morton Betts. O duelo aconteceu no Kennington Oval. Diferente da grandiosidade atual, onde uma infinidade de clubes disputa o charmoso torneio, houve apenas 15 clubes participantes. De lá para cá, a FA Cup jamais foi interrompida, e é uma das taças mais cobiçadas da Inglaterra.

***

Texto originalmente postado em 1º de março de 2015 no blog Escrevendo Futebol e editado em 8 de junho de 2019.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário